Eu gosto de saber que não sou perfeita.
Sou volúvel,risonha,mal humorada,paciente e impaciente…
Não acordo bela como as princesas,não falo docemente,me irrito fácil,tenho tendência a engordar,nem todos os dias estou penteada,de unhas feitas e em cima de um salto alto,quero conquistar o mundo;sonho,planejo,avanço dois passos e recuo três,afinal o que o mundo me reserva? As indagações surgem e fico quase sem chão…

Sou sensível como uma garotinha;choro fácil,me alegro com a correspondência de um simples sorriso,acho um máximo abraçar,cafuné,chocolate,fandangos,paçoca…. mas sou indiferente com algumas pessoas e coisas.

Elogios não me fazem,mas as ausências do mesmo dá um vazio,me fortalece saber que tenho um determinado valor…
Não sou mulher nem menina,sou misto dos dois… não posso me definir,assumir quem sou eu é o mesmo que dizer que sou completamente formada de defeitos ou só de qualidades…
Tem dia que me sinto inteligente,poderosa,tenho vontade de falar,ensinar,fazer piadas e acontecer, outro só de ler,só de ouvir, me esconder,me calar,aprender,de sumir…
Durante uma mesma semana tenho a capacidade de gostar e me transformar em rockeira,patricinha,bossa-nova,pop,regaae,rap…
Tenho medo de amar. Ás vezes,acho que não sei o que significa essa palavra…
Já me disseram que tenho medo de me entregar,algumas pessoas me acham forte,mas tenho muitos receios e insegurançass,os fantasmas ainda me assombram… coisa de menina.
Me lançam um desafio,algo me instiga eu vou atrás,ás vezes sem analisar as consequências… coisa de mulher.
Tem dia que sonho de ser mãe,outros o que mais preciso é do colo da minha.
Tem dia que planejo a organização da minha futura casa,olho para meu guarda-roupa e vejo que tenho muito a aprender.
Queria gostar de tricô,cozinhar,tomar chá da tarde… ser mulher!
Queria tanto ser tanto coisa,mas por que mudar? Sou o que sou com as minhas complexidades cercada de pessoas que me acompanham,mesmo que não entendam…image

Eu descobri que não sou perfeita. Mas, nem quero ser. O amor é perfeito?Não. A paixão é perfeita?Não. Literalmente, sou a TPM em pessoa. Braba, chata e feliz. Odeio silêncio, tédio e pessoas sem vontade. Ah, odeio gente que fala correto o tempo inteiro. Errar é humano. Odeio gente falsa, mas, sou falsa com gente falsa. Adoro brigar, principalmente com namorado e ex-namorado, da tesão e na hora da briga a única coisa que eu quero é transar. Sou romântica, mas odeio homem que gruda que nem chiclete. Eu amo a liberdade e depois o cara que eu ro namorando. Quando eu estou ficando com alguém, eu não amo, eu fico. Quando eu amo, eu perco a razão e fico teimosa. No entanto, amar é cutucar, encher o saco, brigar, chorar, reclamar, e, principalmente, perder a cabeça. Eu odeio monotonia. Eu não quero amor de novela, muito menos de filme de Hollywood. Eu quero um amor imperfeito porquê eu não sou perfeita e isso seria uma ofensa pra mim. Eu desejo ser a pessoa predileta, a única.